A 17ª Sessão da Câmara de Porto União é realizada

Nesta terça-feira, 12, foi realizada a 17ª Sessão da Câmara de Vereadores de Porto União comandada pelo presidente Christian Martins (MDB). A sessão quase teve que ser cancelada devido a forte chuva que caiu minutos antes do início da sessão, o que acarretou em vários problemas no telhado do local, causando goteiras em vários pontos do prédio da Câmara, alagando parte do plenário.

O assunto foi debatido entre os vareadores que há algum tempo buscam uma solução para a questão. O prédio onde funciona a Câmara é alugado e tombado pelo patrimônio histórico e cultura, o que dificulta qualquer melhoria e reforma. Para isso a mesa diretora busca um acordo com o executivo para a cessão de um terreno ou local para a instalação da câmara.

A conversa foi iniciada, mas acabou não progredindo. Mas nesta sessão os vereadores solicitaram que o Presidente agendasse uma conversa com o executivo e o legislativo para que fosse tomada uma decisão em relação a isso. “Vamos tentar uma conversa com o prefeito para encontrar uma alternativa. Temos que pensar também em uma solução rápida para que amenize a questão de acessibilidade ao prédio. Muitos munícipes não conseguem assistir as sessões aqui na casa devido não ter acessibilidade para cadeirantes e pessoas com deficiência ou limitação física”, falou Martins.

Na pauta para votação apenas o projeto de lei nº20/2018 do Executivo Municipal, que revoga a Lei Municipal nº 4.517, de 07 de março de 2018. A lei autorizava o município a receber, por doação, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), e realizar o transporte de 60,157 m² de imbuia e 23,409m³ de araucária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *