Câmara quer nova discussão de projeto de consórcio intermunicipal

A Sétima Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Porto União, comandada pelo vereador presidente Christian Martins (MDB) realizada na noite desta terça-feira, 27, foi bem movimentada.

Os vereadores aprovaram um ofício de apoio ao deputado estadual Maurício Eskudlark (PR) que protocolou projeto de lei para revogar a cidadania catarinense concedida ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no ano de 2008 e que foi entregue por três deputados fora da Assembleia Legislativa de Santa Catarina nos últimos dias. Os vereadores também aprovaram uma moção de repúdio sobre o título entregue ao ex-presidente.

Na pauta também foi debatido sobre uma nova análise do projeto do consórcio intermunicipal, que entrou na casa de leis no ano de 2013 e não foi aprovada por uma comissão.

“Precisamos tirar da gaveta esse projeto de 2013, que teve o parecer contrário de uma comissão da época. Vamos solicitar através de um protocolo de intenções ao executivo, para que envie novamente esse projeto do consórcio entre os municípios, para podermos debater a unificação de alguns serviços prestados nas duas cidades como por exemplo o transporte público e o estacionamento rotativo”, falou o Presidente do Legislativo.

Segundo ele o projeto já foi aprovado pela Câmara de Vereadores de União da Vitória e agora há uma recomendação do Ministério Público para a reapreciação dessa matéria. “Vamos mandar ao poder executivo que seja enviado essa matéria atualizada para podermos apreciar novamente”, completou Martins.

Fizeram uso da palavra os vereadores Christian Martins (MDB); Elio Weber (MDB); Gildo Masselai (PSDB); Luiz Alberto Pasqualin (PP); Neilor Grabovski (MDB) e Sandro Calikoski (MDB).

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *